Contra fatos não há argumentos

A Operação Tanque Furado está tendo sua credibilidade contestada por alguns parlamentares citados no relatório que acabou originando uma centena de reportagens Brasil afora, inclusive no programa Fantástico, da Rede Globo, no último dia 18.

O Instituto OPS, idealizador, coordenador e responsável pela operação, se ateve tão somente ao que importa na prestação de contas de deputados e deputadas, aos fatos.

Documentos fiscais entregues por esses parlamentares como comprovantes de pagamentos, com dinheiro do contribuinte, de despesas com combustíveis, deixam claro que incomuns abastecimentos ocorreram, ao menos entre os anos de 2019 e 2020, o que acabaram por compor as 309 páginas do relatório já entregue ao MPF, TCU e Câmara dos Deputados.

No momento que um cidadão passa a gerir recursos públicos, ele deixa de prestar contas a si e passa a ter a obrigação de informar quanto e como cada centavo do dinheiro do contribuinte ele está gastando.

Basta que nos lembremos da célebre frase:

“Enquanto na administração particular é lícito fazer tudo o que a lei não proíbe, na Administração Pública só é permitido fazer o que a lei autoriza”.

Essa prestação de contas se dá pela apresentação de documentos oficiais aos órgãos que detém os recursos financeiros, neste caso a Câmara dos Deputados. Sendo assim, o documento oficial que diz quanto e como deputados(as) gastou abastecendo seus veículos e de seus assessores é a nota fiscal.

Não cabe ao cidadão que fiscaliza gastos públicos, tampouco aos órgãos de controle, deduzir que o que está no documento não é a verdade, ou pior, desconsiderar esses documentos como fatos comprobatórios de despesas apenas porque este ou aquele gestor público disse que o documento que ele comprovou suas despesas não condizem com a verdade.

Para desfazer de uma vez por todas as tentativas de desacreditar este importantíssimo trabalho do Instituto OPS, vamos mostrar, com fatos e não com argumentos, o que o contribuinte pagou.

Assista e entenda.

Publicado por Big

Ativista Digital, jornalista, blogueiro, vlogueiro e nas horas vagas, músico .

Um comentário em “Contra fatos não há argumentos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s