Lojinha

Para ajudar na manutenção dos trabalhos, o Instituto OPS está vendendo sacolas ecológicas reforçadas, feitas em Nylon emborrachado, de tamanho: 45cm x 40cm x 10cm, costura tripla e alça em poliéster.
As sacolas custam R$ 15 cada, porém o frete cobrado pelos Correios chega a R$ 75 para cidades do interior e R$ 35 para capitais. Diante dessa triste realidade, o par de sacolas sai por R$ 30,00 e o frete (valor médio), por R$ 55,00.

Eu acabei de ajudar a preservar a natureza e a fiscalizar os gastos públicos. Comprei uma Ecobag do #InstitutoOPS! https://institutoops.org.br/lojinha/

Fique atento!

As sacolas plásticas descartadas de forma incorreta são as maiores inimigas de bueiros e de córregos. O acúmulo de lixo dentro de bueiros causa inundações e suja as ruas.

Além de atrapalhar o meio urbano, as sacolas que poluem os rios e mares prejudicam a vida de toda a fauna dessas regiões.

Pássaros, tartarugas e peixes morrem todos os anos por comerem partes ou sacolas plásticas. Há estudos que garantem que cerca de 100 mil desses animais morrem por ano devido ao descarte indevido de plástico.

Uma sacola plástica pode demorar até 200 anos para se decompor na natureza.

Ecobags

Por mais difícil que seja largar as sacolas descartáveis, fazê-lo pode fazer tão bem para o meio ambiente quanto para você. Um dos benefícios para quem usa as sacolas retornáveis é que essa pessoa economiza as sacolas plásticas na hora de carregar as compras para casa. Por exemplo: uma sacola como esta pode carregar até 15 kg, o que é bastante quando comparada a uma sacola plástica.

Ao usar uma ecobag, você evita usar aproximadamente oito sacolas plásticas em um só dia.

As sacolas retornáveis permitem, sobretudo, carregar todo tipo de bagagem: cadernos, livros, notebooks e muitas outras coisas. Elas se mostram muito mais versáteis que as sacolas plásticas e, sobretudo, duram muito mais.

Trocar suas oito sacolas plásticas semanais nas compras do mercado por uma ecobag é uma tarefa simples que pode beneficiar tanto você quanto o meio ambiente, além claro, de ajudar na sobrevivência do Instituto OPS que não apenas obriga deputados e senadores a devolverem dinheiro público aos cofres da nação, mas envolve cidadãos de todo o país (e até do exterior) a se tornarem agentes ativos do controle social.

search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close